sábado, 22 de março de 2014

II Semana AQUA - Água e Aquicultura


A II Semana AQUA - Água e Aquicultura, coordenada pelo Prof. Zoot. Thiago Andrade, do Curso de Aquicultura da EEEP José Ivanilton Nocrato foi celebrada durante os dias 21 e 22 de março através de palestras e uma campanha educativa focada na sensibilização para o uso racional da água.

Justificativa

Sob o tema O Profissional da Aquicultura” a II Semana AQUA teve como objetivo chamar a atenção para a água como fonte de vida e em especial, fonte de alimento e ação profissional sobre a conservação dos recursos hídricos.

A conscientização da necessidade da preservação dos recursos hídricos por parte dos produtores aquícolas e da sociedade passa primordialmente pelas mãos dos profissionais envolvidos na sua utilização. Em consonância com essa demanda, aliada ao aumento da produção de pescado cultivado, o Governo do Estado, através da Secretaria de Educação Básica, criou o curso técnico em aquicultura na sua rede de educação profissional. Em Guaiúba, esse curso é ofertado desde 2011 e prevê o fornecimento de mão-de-obra qualificada para atender a demanda de técnicos em aquicultura para a Região Metropolitana e Maciço de Baturité.

A importância da água para o Município é tão marcante que seu nome, Guaiúba, traduzido do tupi-guarani por José de Alencar, significa “por onde vêm as águas do vale”. Uma segunda versão designou o termo como sendo “bebida da lagoa”. Ambas fazem relação com o mais importante e abundante recurso natural da localidade, a água.

A aquicultura tem se tornado uma atividade econômica cada vez mais importante no Brasil. Essa importância é simbolizada pela criação do dia nacional da aquicultura instituído pela Lei nº 12.531, de 2 de Dezembro de 2011.

A data escolhida para a comemoração refere-se à cessão dos primeiros títulos de uso de águas da União para criação de pescado. Em 20 de março de 2008, famílias de pescadores artesanais da região do Lago de Itaipu, em Foz do Iguaçu (PR), passaram a exercer legalmente o direito de explorar a aquicultura. Segundo a autora da proposta, a então Ministra da Pesca e Aquicultura, Ideli Salvatti, a data comemorativa é um reconhecimento a pessoas, empresas e instituições que se dedicam ao cultivo de peixes, moluscos e crustáceos destinados à alimentação.

O Dia Mundial da Água é comemorado anualmente em 22 de março como meio para chamar a atenção sobre a importância da água doce e defender a gestão sustentável dos recursos hídricos.


Um dia internacional para celebrar a água foi recomendado na Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (UNCED). A Assembleia das Nações Unidas respondeu ao apelo designando o dia 22 de março de 1993 como o primeiro Dia Mundial da Água.

Atividades


A EEEP José Ivanilton Nocrato teve o prazer de mais uma vez contar com profissionais de outras instituições que por vezes colaboram com as atividades escolares. Antes das palestras na tarde da sexta-feira, 21 de março, a aluna Samara Andrade falou da celebração do dia nacional da aquicultura (20 de março) e do dia mundial da água (22 de março). Em seguida os alunos David Fernandes, Ingrid Ellen e Lays Paulino cantaram acompanhados por Thiago Silva na guitarra música Sobradinho, de Sá e Guarabyra.

O estudante de Zootecnia e criador de peixes ornamentais há mais de 20 anos Fábio Fernandes palestrou a respeito da reprodução de bettas e os cuidados iniciais com os filhotes. Após a apresentação de Fábio, os alunos Abraão Cavalcante e Jamile Lima falaram sobre o que é aquicultura e apresentou o curso para os estudantes do 1º ano.

Após uma pausa para o coffee break, organizados por um grupo de alunas coordenado por Lizandra Lima e Nivya Gomes, o técnico em aquicultura e pesca Tarcio Gomes, do IFCE, Campus Acaraú, apresentou a profissão aos estudantes e falou da importância da preservação do ambiente no âmbito da aquicultura.

Na manhã do sábado, 22 de março, um grupo de alunos realizou uma campanha educativa no centro de Guaiúba distribuindo panfletos educativos que mostravam maneiras práticas de diminuir o consumo de água e divulgando o que é a aquicultura.

Gostaríamos de fazer um agradecimento especial aos palestrantes Fábio Fernandes e Tárcio Gomes, bem como aos alunos envolvidos com a organização do evento pois sua ajuda foi de fundamental importância para sua realização.


































Um comentário:

  1. Quero manifestar meus parabéns pelo evento! Foi bastante gratificante participar e ver o empenho de todos os envolvidos. Muito obrigado!

    ResponderExcluir