segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Trabalhos do Centro de Pesquisas do DNOCS impressionam técnicos europeus

03/02/2014 09:08



O Centro de Pesquisas em Aquicultura Rodolpho von Ihering (CPAq) dá passos mais largos no sentido de dominar completamente a reprodução do pirarucu em cativeiro. Dando abrigo a um aluno de doutorado da Universidade de Stirling, da Escócia, o biólogo Lucas Simon Torati, alguns projetos, nesse sentido, já estão em andamento, como o exame da dosagem de hormônios sexuais de peixes adultos, a investigação sobre uma possível produção de um tipo de colostro em glândulas existentes na cabeça desses peixes e suas coneções com o cérebro. Este último exame teve o apoio do Dr. Campos, professor da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará, que contou com a tecnologia de um aparelho tomógrafo daquela escola superior.

O orientador do biólogo Lucas, o professor da Universidade de Stirling, Dr. Hervé Migaud, esteve no CPAq em Pentecoste durante as duas últimas semanas, acompanhando o início dos trabalhos e ficou maravilhado com tudo o que viu, tanto da parte de infraestrutura dos laboratórios, como do nível tecnológico já dominado pelo DNOCS.

Segundo o coordenador de Pesca e Piscicultura do DNOCS, Pedro Eymard Mesquita, outra pesquisa efetuada por aquele centro e coordenada por ele, é a observação do efeito do controle do fotoperíodo sobre a fisiologia hormonal reprodutiva do pirarucu, com a cobertura parcial do viveiro de acasalamento, juntamente com a simulação de chuvas, além do implante subcutâneo de pílulas de hormônios reprodutivos, que são liberados parceladamente na corrente sanguínea. 

Fonte: http://www.dnocs.gov.br/php/comunicacao/noticias.php?f_registro=3181&f_opcao=imprimir&p_view=short&f_header=1&

Nenhum comentário:

Postar um comentário